As Dificuldades do Divórcio, por Clarissa Mazarotto

Notícia recente dá conta de que o número de divórcios em São Paulo dobrou em 2.010, graças a bem vinda alteração legislativa que permitiu aos casais dissolverem os laços conjugais sem dificuldades e transtornos desnecessários.
Mas nem todos os casais detêm o bom-senso necessário para permitir que o fim do casamento seja mais tranqüilo, esbatendo-se em discussões sem sentido e, muitas vezes, unicamente por razões emocionais, perante o Poder Judiciário.

As brigas, em verdade, são mais do que isto. Demonstram que alguém não digeriu bem aquele fim de relacionamento e, possivelmente, arrependeu-se do que fez ou deixou de fazer enquanto havia um casal. São os filhos, os cachorros, os carros, os móveis, as reformas, os presentes, quem deu o que, quem trabalhou, quem não trabalhou…

E assim todas as insatisfações, angústias, inseguranças, traições, sofrimento, tristeza, falta de auto-estima, arrependimentos e recalques viram discussão sobre “quem tem direito ao que”. Revelam-se também, e quase sem exceções, interesses patrimoniais e apego significativo exclusivo ao dinheiro. E o que antes era palco do amor e felicidade dá lugar ao campo minado onde qualquer palavra vira horas de discussão e qualquer ofensa é para a vida toda.

Neste fogo cruzado, são as mulheres que geralmente sofrem os maiores golpes da vida. Deprimem-se, revoltam-se, arrependem-se e sentem-se humilhadas. Não que isto não ocorra com os homens, os quais, muitas vezes também são atingidos em seu âmago neste momento, mas as mulheres – menos objetivas e mais maternais – sofrem intensamente aquele que é considerado pelos psicólogos o segundo sentimento mais triste depois da perda de um ente querido.

Por isto, há que se ter cuidado para atender e defender as mulheres nos processos de família. Há que se ter carinho, paciência, psicologia, muita vontade de ajudar e fazer prevalecer seus direitos. Afinal, não basta conhecer a fundo o Direito de Família, é preciso também que o envolvido se sinta amparado e seguro para atravessar este momento tão difícil e conturbado.

Apesar disto, felizmente, o final costuma ser feliz e um dia, quando menos se espera, o solta nasce de novo brilhante e enchendo o coração de esperança.

CLARISSA MAZAROTTO é advogada em São Bernardo do Campo, sócia fundadora da Barreiro e Mazarotto Sociedade de Advogados

Anúncios

Sobre Maria do Carmo Marini

Sou otimista e alegre e acredito que o mundo tem potenciais inexplorados e fascinantes a serem descobertos. Tenho um filho maravilhoso e dois netos inteligentes e lindos. Consider ao família – irmãos e irmãs – meu porto seguro. Sou curiosa e apaixonada pela vida, tenho interesse em aprender sempre, adoro gente inteligente e elegante. Amo viagens, livros, uísque, comidas, vinhos, moda e cinema. Estou sempre disposta a encontrar os amigos e compartilhar experiências e conhecimentos. Trabalho com desenvolvimento de pessoas, sou Consultora de Carreira e Coach, engenheira de formação com especialização em comunicação corporativa, coaching pessoal e profissional e pós graduação em Consultoria de Carreira.
Esse post foi publicado em Empreendedorismo femininno e marcado , . Guardar link permanente.

3 respostas para As Dificuldades do Divórcio, por Clarissa Mazarotto

  1. Cynthia Berriel disse:

    Me sinto representada em cada uma de suas palavras. Representada e sem poder contar com o apoio da minha família, pois o meu ex marido usa do dinheiro, que sempre foi seu foco, para trazer nossas filhas para mais perto dele. Realmente a dor é imensa. Sou uma profissional, não me julgo uma mulher fraca, mas muitas vezes penso se a vida vale a pena.

  2. Cynthia Berriel disse:

    Clarissa, peço que mude meu sobrenome para Cynthia Viégas, que é meu sobrenome de solteira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s