Momento Empreendedora com Camila Zucareli P. Ribeiro

camila.jpg

Empreendedora, fundadora da SINHÁ CANELA, uma distribuidora de pães de queijo e salgados congelados. Advogada de formação, especialista em Empresarial e Previdenciário, atuou no mundo corporativo em grandes indústrias por mais de 10 anos na sua profissão de origem quando deixou a carreira executiva em 2011 para fundar a SINHÁ CANELA passando a se dedicar de forma integral para o fortalecimento e crescimento desta empresa.

Em 2016 ampliou o atendimento da SINHÁ CANELA de Santos para o ABC e atualmente atende também a cidade de São Paulo. Além de levar os produtos diretamente para onde o cliente quiser, para quem tem comércio criou  para quem tem comércio, a possibilidade da gestão inteligente do estoque, que evita custos desnecessários com os produtos.

 

14de09de16 - campanha domingo no parque

Publicado em Empreendedorismo femininno | Deixe um comentário

Empreendedorismo feminino cresce 34% em 14 anos

images

Cada vez mais mulheres têm se lançado como empreendedoras no País. O caminho do negócio próprio é uma das alternativas para aumentar a rendimento ou até mesmo tornar a atividade como principal fonte de renda. Nos últimos quatorze anos, o número de empresárias subiu 34%, segundo o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Em 2014, o País tinha 7,9 milhões de empresárias.

Um levantamento da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), que é a principal pesquisadora de empreendedorismo do mundo, aponta que, em 2014, 51,2% dos empreendedores que iniciam negócios são mulheres, o que contribui para o aumento da autonomia financeira das mulheres.

Além disso, a renda obtida pelas mulheres tem ganhado cada vez mais importância no orçamento familiar. Isso porque quatro em cada dez lares brasileiros são chefiados por mulheres, conforme dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicíios (PNAD). Dessas, 41% são donas de negócios próprios.

A estimativa do Sebrae é de o que o faturamento de 75% das empreendedoras chegue a R$ 24 mil por ano. Elas já ocupam 43,2% dos cargos de gerência nessas micro e pequenas empresas.

Um levantamento do Sebrae traçou o perfil das empresárias, que são sobretudo jovens: 40% delas são mulheres com menos de 34 anos que estão concentradas principalmente em quatro áreas de atuação: restaurantes (16%), serviços domésticos (16%), cabeleireiros (13%) e comércio de cosméticos (9%). A maior parte empreendem dentro de casa (35%). images (1)

Para incentivar o trabalho das mulheres que atuam no setor, todos os anos o Sebrae promove o Prêmio Mulher de Negócios, que premia as vencedoras com um curso de capacitação na área. O Sebrae avalia o relato dessas empreendedoras e os desafios enfrentados por elas para impulsionar os negócios.

O Sebrae ainda oferece formação para as mulheres que decidem entrar nesse ramo. Os cursos do órgão passam noções de empreendedorismo para o desenvolvimento de novos negócios.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Sebrae

Publicado em Empreendedorismo femininno | Deixe um comentário

Momento Empreendedora com a Aromaterapeuta Telma Pereira

camisa azul 1 20150226_090119

Formada  em Psicologia, trabalhou em Administração de   empresa por muitos anos.  Ao longo dos últimos  08 anos  estudou a Medicina Tradicional Chinesa,  incluindo  Acupuntura Chinesa e Japonesa e suas varias técnicas de reequilíbrio físico e mental (Moxaterapia, Ventosa, Dietoterapia). Desenvolve um trabalho com foco no reequilíbrio  das energias sutis e de uma  maior consciência sobre aspectos que envolvem  a saúde e bem estar (mental e físico). Fez  formação em Aromaterapia  pelo IBRA – Instituto Brasileiro de Aromaterapia e segue a linha dos  Treze Aromas de Gumbel.  ( técnica em que o cliente escolhe óleos  essenciais por afinidade olfativa) . Atua também  com Florais de Bach , que oferecendo suporte  nas vivências e experiências negativas.

Sua formação faz  sentido  com seus propósitos: olhar e ouvir o ser humano como alguém plural onde a saúde caminha com bons hábitos, atitudes,  práticas, disciplina amorosa  e se realiza de forma integral. Atende na  região da Vila Madalena e Perdizes e Paulista.

https://www.facebook.com/AnimaSinergiaPessoal/?ref=page_internalAnima

 

 

Publicado em Empreendedorismo femininno | Deixe um comentário

Momento Empreendedora com a Personal Organizer Simone Serrano

Perfil Simone Serrano2

Formada em Administração de Empresas e Design de Interiores, adquiriu experiência em planejamento e organização, atuou por quase 18 anos em empresas privadas nas áreas de markerting/Comunicação/Eventos e Projetos de Internet. Sua experiência profissional somada com sua capacidade natural de organizar,  resultou em diversos projetos de organização e decoração, apaixonando- se por essa atividade.

Está sempre em busca de novidades de produtos, técnicas, processos e parceiros, para oferecer uma solução eficiente e duradoura aos clientes. Sua maior satisfação é quando vê que a organização causa uma transformação na vida e rotina das pessoas, abrindo espaço para o novo, fazendo a energia circular, eliminando o stress e levando melhor qualidade de vida para elas.

Tem como principal objetivo entender as necessidades de cada cliente para implantar a melhor solução de organização que atenda as expectativas individuais e coletivas das pessoas que convivem em residências, escritórios ou qualquer que seja o projeto.

Participou de programas de TV e de diversas matérias em jornais e revistas, com dicas de organização e decoração..

Site: www.organizzarte.com.br

Facebook: www.facebook.com/simoneserranodesign

Instagram: www.instagram.com/organizzarte

 

 

Logo_Organizzarte JPG

Publicado em Empreendedorismo femininno | Deixe um comentário

Momento Empreendedora com Cintia Zucareli

foto-titi.jpg

Fisioterapeuta, formada pela USP em 2001 e com duas pós-graduações na área. Utiliza diversas técnicas, como Pilates, RPG, massoterapia, terapias manuais, técnicas corporais da medicina tradicional chinesa. Atendimentos individuais, para maior conforto e personalização da terapia.
Publicou artigos como o “Relação entre alterações posturais e lesões do aparelho locomotor em atletas de futebol de salão”. Rev Bras Med Esporte – Vol. 9, nº 2 – Mar/Abr, 2003. Foi voluntária na Olimpíadas Rio 2016 e atualmente  voluntária na ONG Arte de Viver e embaixadora da Escola de Você

folheto.jpg

Publicado em Empreendedorismo femininno | Deixe um comentário

Pivotagem: Como a Wappa migrou do segmento de vale-refeições para o de táxis corporativos

Criar um empreendimento do zero é um grande desafio. No entanto, saber reconhecer quando o negócio não está alcançando os resultados esperados e conseguir recalcular a rota é ainda mais desafiador. No decorrer do percurso, o empreendedor deve ter o feeling para identificar as falhas em sua estratégia e poder reajustar o planejamento. É preciso parar, olhar novamente e avaliar as variáveis fundamentais para o desenvolvimento do negócio, porém com rapidez e agilidade. A essa mudança de rota o mercado dá o nome de pivotagem.

O termo é derivado do inglês “to pivot”, que significa mudar ou girar, e também tem referência no esporte, mais comum no futebol de salão e no basquete, onde o jogador que consegue a posse da bola é capaz de girar sobre o próprio eixo e encontrar uma nova oportunidade de jogada, ampliando suas chances de obter resultados positivos na partida. A técnica da pivotagem foi importada para o mundo dos negócios e passou a ser uma estratégia adotada principalmente por donos de startups.

Nesse universo da tecnologia, o termo significa, na prática, manter a base do negócio criado inicialmente, porém buscar alternativas que possibilitem resultados diferentes e mais eficientes. Segundo o norte-americano Eric Ries, empreendedor que incorporou o termo no mercado de startups, a técnica trata de saber medir o potencial do seu negócio e aprender a torna-lo mais eficiente aproveitando sua experiência e recursos já adquiridos. A pivotagem pode ser fundamental para transformar uma iniciativa interessante, porém malsucedida, em um negócio de relevância. É olhar para o mercado, avaliar concorrentes e clientes, sendo capaz de detectar novas oportunidades de crescimento e coloca-las em prática.

A pivotagem da Wappa

A Wappa, empresa que lidero desde sua fundação, em 2001, é um exemplo de sucesso da pivotagem. Ela nasceu com a proposta de oferecer a empresas o pagamento de vale-refeição de funcionários via SMS ou WAP (antigo navegador para celulares, que caiu em desuso após o surgimento dos smartphones). A ideia foi muito bem recebida pelos potenciais clientes que tínhamos naquela época, mas surgiu um problema: nossa tecnologia estava bem à frente da realidade do mercado, e quando percebemos que não conseguiríamos escalar o negócio a ponto de contar com a parceria de mais de dois milhões de restaurantes espalhados pelo país, resolvemos aplicá-la em outro segmento, o de corridas de táxi corporativo. Até então, o pagamento desse serviço era feito à base de papel e gerava enorme prejuízo às empresas simplesmente porque era muito difícil de ser gerenciado e controlado. Esse foi o nosso pulo do gato. Criamos uma plataforma que possibilita o gerenciamento desses custos de forma prática e digitalizada e hoje somos líderes no segmento corporativo com esse tipo de serviço e estamos evoluindo nosso posicionamento no sentido de nos tornarmos os maiores parceiros das corporações em gestão de custos e despesas.

Outros exemplos famosos de pivotagem que se tornaram conhecidos mundialmente são os casos do Youtube, que surgiu inicialmente como um site de relacionamentos por vídeo; o Flickr, que antes de ser uma plataforma para troca de fotos tinha o objetivo de abrigar interações online para RPG, e o PayPal, que de uma empresa de troca de dinheiro virtual – restrita a dispositivos handheld (como o antigo PalmTop) – tornou-se a maior ferramenta de pagamentos pela Internet em todo o mundo.

Assim, é importante que os empreendedores saibam que há uma alternativa quando o negócio pensado e planejado inicialmente não estiver dando certo. Não é preciso desistir de tudo e recomeçar do zero. Um replanejamento e uma mudança de rota são não só possíveis, como uma realidade frequente em um universo cada vez mais dominado pelas startups. Às vezes, você só precisa olhar melhor ao redor para fazer a melhor jogada.

empree-715x390

Armindo Mota Júnior é CEO e fundador da Wappa, empresa nacional de Gestão de Custos e Despesas para o mercado corporativo

Divulgação

Publicado em Empreendedorismo femininno | Deixe um comentário

Momento Empreendedora com Zuleika Tsutsumi

20170331_153108
Zuleika Tsutsumi, engenheira civil, consultora natura há 14 anos, especialista em beleza natura.
Faz demonstrações de cuidados diários da pele do rosto e maquiagem com produtos natura, individualmente, em grupos, em empresas e em eventos.
Explica e deixa com o cliente um guia passo a passo de cuidados com a pele do rosto e maquiagem.
Seu foco é na experiência do cliente e na experimentação de produtos natura.
Publicado em Empreendedorismo femininno | Deixe um comentário