Entrevistas

Notícia boa também é notícia com Rosa Alegria, Mestre em Estudos do Futuro

Claudia Reis entrevistou Rosa Alegria, ‎Consultora, Pesquisadora e Palestrante sobre Inovação e Futuro.

N.M: Em um dos seus artigos, a senhora fala sobre a evolução da “mídia das soluções”. Qual o papel dessa nova mídia?

Rosa Alegria: Vivemos numa era pautada pela mídia, que em sua essência traz a negatividade preponderante, sem preocupação com o equilíbrio entre problemas e soluções. Uma sociedade só se move na direção da mudança quando recebe estímulos positivos, isso já é comprovado pelas teorias sociais. Onde existe violência, existe acolhimento, onde existe guerra, existe também alguem promovendo a paz, onde existe ódio, também existe o amor. O problema é que vemos muito mais sombras que luzes naquilo que se noticia. Mais problemas que soluções. Tenho incentivado a imprensa, através dos meus cursos e palestras, a se pautarem por essa luz, que ilumina os caminhos de quem quer contribuir para a construção de um mundo melhor.

NM: Como a mídia pode construir uma cultura de paz?

rosa alegria

Rosa Alegria: Acredito que através do seu poder de aglutinar imagens e mensagens construtivas, aquelas que fazem germinar a esperança em cada leitor, em cada ser humano. Uma cultura de paz é regada pela esperança. Não se trata de mascarar a realidade, nem de pintar de cor-de-rosa aquilo que não está bem, mas perante todas as ameaças que hoje vivemos não existe outro caminho senão o da mobilização política e social para fazer cada cidadão e cada cidadã criar saídas criativas. Com essa mídia que temos, que apresenta um turbilhão de tragédias e quase nada de soluções é quase impossível ver luz no fim do túnel e criar uma cultura de paz.

NM: Segundo a senhora, o futuro ainda não é notícia relevante em nenhum segmento de mídia. Quando o futuro será notícia?

Rosa Alegria: Felizmente tenho visto crescimento de conteúdos pautados no futuro, isso nos últimos cino anos. Acredito que o próprio anseio de sobrevivência da sociedade tem criado essa demanda. Quanto mais incerteza temos com a velocidade das mudanças, mais curiosidade sobre o que virá adiante nos assola. Mas ainda é pouco. Precisamos mudar os filtros daquilo que é notícia: do que foi para o que será ou poderá ser. Mostrar o horizonte de possibilidade diante de nós será necessário para podermos criar coisas novas.

NM: Fale de Rosa Alegria

Rosa Alegria por Rosa Alegria: uma alquimista de sonhos, que adora fazer as pessoas sonharem com o que desejam ver acontecer e acreditarem que mudar é bom e que a mudança pode trazer muitas oportunidades, sem medos, com coragem!

Próximos cursos e eventos

28 e 29 de agosto – Workshop Prospectiva Estratégica – O futuro em ação – Jardim Botânico – Rio de Janeiro


 
Anúncios
Empreendedorismo femininno

Take Car-e, Up2U e Conserta.me foram os projetos mais votados do Startup Weekend Women São Paulo

54 horas, 125 participantes de todo o Brasil, 56 ideias, 15 projetos e 3 novas startups entre as mais votadas. Uma das edições mais emocionantes de um dos principais eventos de tecnologia e empreendedorismo do mundo, o Startup Weekend Women São Paulo 2014 chegou ao fim. E com ele surgiram novos modelos de negócios que vão facilitar – e muito – a vida das pessoas apaixonadas por viagens, carros, maternidade, negócios, games e muito mais.

“Foi um evento muito prático onde todos tiveram que colocar a mão na massa. O que me chamou a atenção é que tínhamos grupos muito focados, mas que não estavam preocupados em vencer. A ideia era resolver os problemas que a ideia gerava e conseguir validá-la. Todos entenderam o valor da jornada e o aprendizado que tiveram. Isso foi o mais importante”, disse Ana Fontes, uma das organizadoras do SWW, da Virada Empreendedora e fundadora da Rede Mulher Empreendedora.

No final, os projetos Take Car-e, Up2U e Conserta.me foram os mais votados pela banca formada pelos Investidores-Anjo Camila Farani, Diretora do Gávea Angels; Maria Rita Bueno, Diretora Executiva da Anjos do Brasil; Marcelo Nakagawa, Diretor de empreendedorismo da FIAP; Fernando Reinach, sócio-administrador do Fundo Pitanga; Gilberto Gonçalvez, Fundador e Presidente da GAG, Investimentos em Impacto Social; Mozart Ramos, Diretor de Articulação e Inovação do Instituto Ayrton Senna; David Arnold, Diretsww_marcio_mecca1or de Ciência e Tecnologia da U.S. Consulate General em São Paulo; e pelo empresário Luis Terepins.

O vencedor, aliás, se destacou por sua funcionalidade em uma cidade grande como a capital paulista. O Take Car-e é um aplicativo que avisa o motorista pelo celular quando é hora de fazer reparos e a manutenção preventiva do seu veículo. Dois dias após o evento, o aplicativo já havia sido vendido para quase 20 pessoas.

“Foi uma experiência incrível. Eu aprendi muito sobre o valor do trabalho em equipe. Nós tínhamos um grupo bastante diverso com arquiteto, engenheiro, jornalista e cada um teve seu papel fundamental no desenvolvimento do projeto. Cada um contribuiu com a sua parte para fazer a ideia acontecer. Estou muito feliz com o resultado”, conta a líder do grupo vencedor, Sarah Lara Hial, 28 anos e advogada ambiental.

Além dos três primeiros, outras ideias apresentadas mostraram que têm total capacidade de garantir o seu lugar no mercado como The Passenger, Meu Baby Cresceu, Plano B, Recicla.me, Kindness e outros. Como disse Tony Celestino, o Country Manager da UP Brasil: o SW é um evento em que todos são vencedores.

“O enorme engajamento e a vontade das pessoas de aprender e absorver conhecimento foi sensacional. Fiquei impressionado como todos os participantes estavam envolvidos e focados em criar e desenvolver suas startups”, disse Celestino, que ainda comentou a participação das empreendedoras no evento. “O grande diferencial dessa edição foi obviamente o número maior de mulheres participando. Foi incrível acompanhar a evolução e o potencial que elas têm de execução. Outro fator foi a formação da banca de jurados de altíssimo nível, com representantes de renomadas instituições de ensino, institutos, grupos de investimento e até mesmo representante do Consulado Americano e da Unesco”, completou.

O Startup Weekend Women tem patrocínio global Google, Cola-Cola, Amazon e .co; patrocínio local Itaú, Microsoft e Neolaw; apoio Unesco, FIAP, Rede Mulher Empreendedora, Natheia, MIA e Startlab; apoio CJE e Videolean; apoio de mídia, Seppia Geração de Conteúdo e Startupi.

Organizado por Ana Fontes, Camila Achutti, Marianne Costa, Fernanda Nascimento e Silvia Valadares, o Startup Weekend São Paulo Women 2014 é apoiado pela Rede Mulher Empreendedora e chega a São Paulo (SP) para transformar uma ideia inovadora num modelo de negócio. Desenvolvedores, empreendedores e designers, homens e mulheres, se reúnem na FIAP para concretizar seus projetos. Ao todo, já são mais de 1.500 eventos, realizados em 600 cidades de 120 países. Uma oportunidade única de fazer negócio que chega à maior cidade da América Latina.

Divuilgaçãosww_marcio_mecca1

Eventos

Startup Weekend São Paulo Women

Organizado por Ana Fontes, Camila Achutti, Marianne Costa, Fernanda Nascimento e Silvia Valadares, o Startup Weekend São Paulo Women 2014 é apoiado pela Rede Mulher Empreendedora e chega a São Paulo  para transformar uma ideia inovadora num modelo de negócio. De 15 a 17 de agosto, desenvolvedores, empreendedores e designers, homens e Organizado por Ana Fontes, Camila Achutti, Marianne Costa, Fernanda mulheres, estarão reunidos na FIAP para concretizar seus projetos. Ao todo, já são mais de 1.500 eventos, realizados em 600 cidades de 120 países. Uma oportunidade única de fazer negócio que chega à maior cidade da América Latina.

Startup Weekend_Sao Paulo001Serviço:

Startup Weekend São Paulo Women

Data: 15/8 a 17/8

Local: FIAP (Faculdade de Informática e Administração Paulista)

Endereço: Av. Paulista, 1106 – Bela Vista – São Paulo (SP)

Inscrições e informações: bit.ly/StartupWeekendSP