Entrevistas

A importância da Educação Financeira

Entrevista com  Elaine Mello e Anceli Marcos, sócias da Pyxis, Academia de Investimentos.

Qual é a proposta da Pyxis – Academia de Investimentos?

 A Pyxis – Academia de Investimentos, uma iniciativa das sócias Elaine Mello e Anceli Marcos, pretende motivar as pessoas a tomarem atitudes que façam a diferença em sua vida financeira.  Cumprir um planejamento, ter disciplina para poupar, equilibrar ganhos e gastos, aprender a investir controlando os riscos… Tudo isso é essencial para a preservação do capital no presente e para o crescimento do patrimônio no futuro de qualquer pessoa, independente de idade, sexo e atividade profissional.

É neste escopo que a Pyxis – Academia de Investimentos atua, viabilizando aprendizado e desenvolvimento para ‘NORTEAR’ (Pyxis significa ‘bússola’ em grego…) o potencial investidor de cada um, seja um iniciante ou iniciado no controle das finanças pessoais e investimentos.

Projeto Bolsa & Batom

O ‘Bolsa & Batom, a Vez da Mulher Investidora’ é um projeto voltado às mulheres que percebem suas deficiências em administrar o próprio dinheiro e que querem desenvolver seus potenciais, adquirindo conceitos de Inteligência Financeira e conhecimentos em investimentos de renda fixa e renda variável. Neste contexto, a mulher se tornará apta a assumir com total autonomia sua vida financeira e planejar com segurança seu futuro e o de seus filhos.

Um impacto importante deste projeto está sobre cerca de 30% das mulheres que estão assumindo o papel de provedoras de suas famílias (com ou sem filhos), quando são solteiras, separadas ou viúvas.

 Importância da Educação Financeira

Quando tratamos de Educação Financeira para adultos, gostamos de aplicar o conceito de ‘Inteligência Financeira’ que visa o melhor aproveitamento do fator tempo e conhecimentos, para que a pessoa possa desenvolver seu potencial em acumular capital, multiplicar recursos e proteger o patrimônio, ou seja, equilibrar ganhos, gastos e investimentos.

É importante destacar a prática de consumo consciente, a qual permite discernir compra por necessidade de compra por impulso, pois o bom-senso nesta situação evita o desperdício e o uso descontrolado do crédito, motivando dívidas.

Quanto aos investimentos é necessário identificar o perfil investidor da pessoa, e aí a importância da Inteligência Financeira está em conhecer os diferentes tipos de investimentos que atendam ao perfil.

 Comportamento da Mulher Investidora

Por questões culturais presentes há várias gerações, a mulher sempre relegou a segundo plano sua vida financeira: primeiro ela dependia do pai enquanto solteira e após o casamento, do marido. Sempre a figura masculina.

Porém, de algumas décadas para cá, a mulher passou a ter um comportamento autônomo saindo de casa para estudar e trabalhar, além de cumprir com as várias jornadas da rotina (cuidar de si mesma, do marido, dos filhos, da casa…). Com isso vem a independência financeira em obter renda, mas não necessariamente a independência em administrar seu próprio dinheiro, o que mostra uma grande incoerência de contexto social.

E por que isso? Pesquisas indicam a mulher como um perfil extremamente conservador, receoso e pouco ativo nos investimentos e simplesmente porque lhes falta conhecimento.

Em contrapartida, quando a mulher adquire conhecimentos em investimentos somando a isso algumas características genéticas do sexo feminino (cautela, ponderação, paciência, planejamento e disciplina), ela tem uma performance superior ao homem e ainda se torna uma referência para os filhos.

– Como devemos planejar o futuro?

O planejamento adequado para o futuro da vida financeira deve contemplar vários aspectos:

  • Capital: quanto precisa de dinheiro conforme a estratégia planejada?
  • Tempo: por quanto tempo pretende aplicar seu dinheiro?
  • Portfolio: quais os tipos de investimento que o mercado oferece para diversificação?
  • Retorno: qual a rentabilidade prevista para os investimentos?
  • Liquidez: qual o tempo de retorno do dinheiro líquido na conta corrente?
  • Risco: qual a probabilidade de perdas?
  • Custos: quais as taxas cobradas em cada investimento?
  • Imposto: como é a tratativa do imposto de renda em cada investimento?
  • Conhecimento: informações básicas não sustentam decisões financeiras por toda a vida…

Anúncios
Empreendedorismo femininno

I Fórum do Pensamento ABA + ABRACOM

Aconteceu em São Paulo, no dia 19 de outubro, o “I Fórum do Pensamento”, organizado pela ABA (Associação Brasileira de Anunciantes) e ABRACOM (Associação Brasileira das Agências de Comunicação).

O objetivo do evento foi criar uma reflexão para os profissionais que têm o desafio de cuidar da comunicação e da conexão das organizações em uma era em que as relações econômicas, políticas e sociais ficam cada vez mais complexas. Essa reflexão deve se dar através de um pensar amplo sobre o que está acontecendo na interrelação entre os diversos atores sociais e as expectativas futuras. O Fórum tembém se propôs a discutir tendências e comportamentos e refletir sobre um novo Brasil, um novo Mundo.

Na ocasião, houve a  participação de diversos palestrantes como Regina Migliori, consultora de cultura de Paz da UNESCO; Bonin Bough, diretor mundial de mídias digitais da Pepsico; Lala Deheinzelin, CEO da Enthusiasmo Cultural, consultora internacional para UNESCO e especialista mundial em Economia Criativa & Desenvolvimento Sustentável, entre outros profissionais, que discutiram temas como:: “O Futuro do Conhecimento ou o Conhecimento do Futuro”, “Mídias Digitais nas Organizações: a visão da Pepsico”, “Economia Criativa”, “Capital Intelectual – Valor Intangível” e “O Futuro da Informação e as Redes Sociais”.

Divulgação

Entrevistas

Bate Bola com Lena Whitaker

N & M: Quando começou a fazer teatro?

Lena Whitaker: Comecei num curso que eu fazia na adolescência… Me apaixonei pela atividade… Criar personagens…Inventar cenas… Os figurinos… Era como estar levando a sério uma brincadeira.

N & M: Qual a peça com que mais se identificou?

Lena Whitaker: Gostei muito de um espetáculo espanhol “La fura dels Bals”, era muito viceral, tinha uma energia pulsante, forte… Fiquei maravilhada! Gostei demais também da peça do grupo francês – “Os náufragos da louca esperança”, (está em cartaz no Sesc) eles “colocam cinema no teatro”. A peça é uma aula de criatividade, generosidade, grandiosidade e competência.

N & M: Como você  “cria” seus personagens?

Lena Whitaker: Crio os personagens observando as pessoas na vida real. Observar é tudo!!

N & M: Como foi apresentar um programa sobre sexo na rede Bandeirantes?

Lena Whitaker: Sexo é um dos meus assuntos prediletos. Me interessa saber e falar curiosidades das pessoas sobre esse assunto. A gente aprende a tratar o sexo de uma forma mais natural e leve.

N & M: E seus projetos futuros?

Lena Whitaker: Estou escrevendo um espetáculo para o ano que vem e paralelamente estou preparando uma mostra de esculturas em cerâmica.

N & M: Obrigada, Lena, foi muito bom conversar com você.

Empreendedorismo femininno

Três mulheres recebem Nobel da Paz 2011

Pela primeira vez na história do Nobel da Paz três mulheres foram distinguidas ao mesmo tempo: a presidente da Libéria, Ellen Johnson Sirleaf, a sua compatriota Leymah Gbowee e a iemenita Tawakkul Karman. Conheça mais de cada uma.

Helen Johnson-Sirleaf
Tawakul Karman
Leymar Gbowee

http://www.nofemininonegocios.com/Tres-mulheres-recebem-Nobel-da-Paz-20112.phtml